• Saci x Freelipe x FM - Cabeça de Nego

    26/11/2020

    Saca lá no canal da Febre do Rato Prod. no YT a mixtape Cabeça de Nego, com Saci (Reles No Rules), Freelipe e FM nos vocais e Saci & FM revezando nos beats. Uma celebração da autoafirmação, resistência e curtição, acompanhados do grave (Magia Preta) e do boom bap ensolarado (Beije Sua Preta em Praça Pública).

    mixtape

  • Labirintite - O Primeiro EP de Surf da Labirintite

    18/11/2020

    "O Primeiro EP de Surf da Labirintite", da banda maceioense, manda um tremendo, charmoso e dançante surf rock, do mais tradicional em "Cadáveres?" ao toque de ácido Hendrix em "Seguinte:", além do clássico surf de espião em "Mistérios..." e o surf punk "Susto!", passando por Dead Kennedys e Pixies.

    ep

  • Grupo Porco - O Futuro Vai Ser Pior

    10/11/2020

    O Futuro Vai Ser Pior é o disco novo do Grupo Porco e grande elenco pela Abraxa Records. A angústia do drama brasileiro é cantada no campo elástico maluco entre o metal industrial e o sludge nojento-futurista, como um tipo de Godflesh psicodélico em "Esquecer Jamais" ou o Ariel Pink do metal industrial em "Madrugada". Mas não satisfeito o Grupo Porco vai além, encara a destruição mundial atonal a la Skinny Puppy em "Ela Vem Cantando", o pop-infernal meio Cabaret Voltaire em "Ilze", toca no death metal em "Medo", no doom em "Shiltonwave" e no black em "Terrível Engano". Pra terminar, um belo cover de Spice Girls que soa como uma mistura de The Used e Ministry. O Grupo Porco claramente vive a música pesada brasileira sem limites, como tem que ser!

    album

  • DJ Azeitona e DJ Leco JPA - Para De Falar

    04/11/2020

    MC Azeitona no pique rimando quase-cantando e DJ Leco JPA já em 2035 com esse beat meio borbulhando alternando com um synth MIDI medieval a la vaporwave.

    single

  • Big Bllakk x SD9 - Sirenes (prod. Pedro Apoema)

    03/11/2020

    \#ErrejotaCultDrill

    single

  • Wini - Caboclo Convida #004

    24/10/2020

    Edição número 4 do Caboclo Convida, da galera do movimento Caboclo, com um belíssimo set de Wini, de Delmiro Gouveia, que cola com o coletivo UMBRAL de arte queer. Saca aí!

    set

  • Um Quarto Pensante - Ócios do Ofício

    23/10/2020

    EP de lançamento da banda maceioense via Tropibrau Records. Nova psicodelia brasileira bucólica tipo Boogarins com um toque da tradição do rap-rock anos 90, tipo um Charlie Brown Jr. de tom mais político e mais chapado. Destaque pra fritação fuzz freestyle da última faixa "Frevo Baiano".

    ep

  • Vitor Brauer - BR Garage

    23/10/2020

    Um disco de future garage com levadas e temas de inspiração brasileira. A produção é muito boa com graves presentes e ambiência rarefeita. Ao estilo particular do Vitor Brauer, o storytelling passa pelo concreto, particular e biográfico para falar de temas mais sutis, contenciosos e universais.

    vitor brauer

  • A grande narrativa das coisas e nosso lugar no mundo

    22/10/2020

    A MTV tinha uma forma de explicar a música que de tão simples e funcional parecia muito ser verdade. Eram ciclos de uns 10 anos mais ou menos em que um gênero musical era criado por alguns jovens ingleses ou americanos contra tudo que estava rolando na época e propulsionados pela própria inventividade e leitura da estética da época conseguiam se destacar e efetivamente criar um mundo novo com solos de guitarra e um refrãozinho bem sacado. Nominalmente seguiram a época confusa do rock painho mainha, aí uma confusão lá pelos anos 60 os jovens tomaram um doce e ficaram mto lokos, depois um negócio lá de progressivo que ninguém nunca explicou direito mas que tava lá pro punk se revoltar contra e inflamar uma revolta curtíssima antes que o new wave destruísse tudo com o poder do capital e da composição meia boca. Tudo isso antes que os novos guitar heroes dos anos 90 viessem salvar o mundo da mesmice etc Estamos em 2020 o rock foi destronado pelo rap e por sei lá o quê como linguagem da juventude ninguém mais ouve um álbum todo é o fim do mundo mais uma vez. Exceto que será mesmo??? A grande narrativa das coisas é uma dessas ideias que a gente importou e assimilou e deixou que fizesse parte de quem a gente é. Ainda que estruturalmente ela não reconheça nem a nossa existência. Muito menos das bandas, movimentos, pessoas e ideias que a gente começou, viveu e achou por bem terminar. Da fronteira do mundo civilizado surgiram bandas de abertura pra apoiar a grande narrativa das coisas. Expressões locais de uma vontade sem rosto. Mãos e pés de alguma coisa grande o suficiente pra cruzar o oceano. Além da fronteira da civilização as coisas ficam muito confusas. Se você mora numa cidade média talvez você entenda o que eu quero dizer. A grande narrativa das coisas fica cada vez mais distorcida a medida que você se afasta do centro, mas é preciso salvar o rock. As incoerências começam a surgir e o esforço cognitivo pra ajustar a realidade à forma que você aprendeu que as coisas são é cada vez maior. O blast beat surgiu no Brasil antes de todos os lugares do mundo, Miles Davis copiou um tema do Hermeto Pascoal, o punk surgiu um milhão de vezes antes de virar capa de revista na Inglaterra. As discussões sobre música raramente falam de música. Grandes nomes, novos estilos, novas drogas, novas roupas. A absoluta falta de importância de todo o resto. E aí que a gente que tá mais longe do que perto dos lugares importantes do mundo e inventa de ser artista acaba acreditando que de algum forma o ideal estético a ser alcançado é o dos artistas que vendem mais. Talvez até pra fazer parte dessa conversa que a gente mais escuta do que fala. O desespero é uma resposta comum nessa situação também. Nada contra o desespero, mas não sei se vale a pena brigar tanto pra subir no pódio deles. Não é?

    texto, coisas

  • Lombrosa - Demo - Náusea

    22/10/2020

    Hardcore com gosto de cola e reminiscente da era de ouro do HC melódico brasileiro. Small Talk, Garage Fuzz, boas guitarras e som de fita. Sensação de estar num lugar apertado envolto numa substância oleosa que na verdade é simplesmente o ar de uma cidade horrível naufragando em pestilência. Top de linha.

    hardcore, punk

  • Batata Boy - Batata Beats, Vol. 1

    22/10/2020

    Tá nas redes hoje Batata Beats, Vol. 1, som novo do Batata Boy, focado nos beats, como diz o título. Na primeira metade, em "flautinha", com Garbela e "love message", com Jefu, os beats movimentam flautas, violas e pianos elétricos, como um remix chapado do Stone Flower pra se ouvir deitado. Na segunda metade o peso começa a aparecer em "iai btt boy", um beat quase-forró abstrato. Terminando em "voltas no mundo pt.1" com um tipo de mix jam session como costuma rolar ao vivo, o 808 comendo na testa de pianos e corais etéreos e surreais, feito uma versão shoegaze e maceioense do Three 6 Mafia.

    ep

  • Pessoas Estranhas - Pessoas Estranhas

    15/10/2020

    Esse disco da Pessoas Estranhas saiu hoje pela Cavaca Records de SP. Banda promissora, fazem um som que lembra algumas coisas da Vanguarda Paulista dos anos 80.

    album

  • Ximbra - Live Oxenti Records

    13/10/2020

    Exclusivo! Recebemos esse video de um hacker anônimo por canais oficiais e decidimos publicar pois é de grande interesse da nação punk desse Brasil. Live da Ximbra, banda queridinha do hardcore, que rolou no Instagram da Oxenti Records (@oxentirecords). Confira!

    live

  • e6c41 - trust (prod. rafox)

    12/10/2020

    Som novo do e6c41, também conhecido como mafius, num estilo próximo a deko ou david shawty, yungster jack ou pra onde se encaminha a drain gang, um lance pós-pc music ou algo assim. Aproveita e ouve "adore+self"

    single

  • akbc, caqi, GRINCH & miller - A Última Chance

    12/10/2020

    Saca essa animação que a galera do Paraíso Artificial soltou só com os brabo pulando em cima do beat do dj bamdcamp, coisa fina. Só no aguardo aqui do disco cheio dessa galera junta.

    single

  • Wicca Surf - Ultramar

    09/10/2020

    Um grande lançamento nessa sexta ensolarada pelas mentes de Julia Soares e Smhir Garcia, digo isso não só porque recebi pessoalmente milhares de dólares em uma pasta secreta, mas pela bela experiência auditiva desse disco e a lembrança imortal do último show no Rex antes do fim do mundo. Eles começam pelo Future Forró EmoPop Tropical, em "Fundo do Mar", tipo um Apoptygma Berzerk só que suando no pôr do sol. Apresentam um hit pra Jovem Pan cyber-comunista em "Supersimetria (as above so below)" e em "Contragolpe" soam como um remix drum'n'bass feito pela bisneta da Marina Lima. Também recebemos a visita de entidades elfos-máquina via DMT nos avisando de desastres naturais em "Oceano", e em "Desencontro" temos um tipo de Caxabaxa cantando na tradição maceioense de música sobre cana e paquera. Temos "Mística", uma junção de trip hop com new wave brasileiro e terminando com um ataque melancólico de autotune andrógino em "Alpha Carinae". Wicca Surf apresenta vários caminhos loucos pra nova música nesses 29 minutos, vale a pena ouvir. Capa: Daniel Hogrefe.

    album

  • Nahre Sol - Alice in Wonderland

    07/10/2020

    A Nahre Sol é uma pianista de treinamento clássico que tem um canal incrível no YouTube. Recentemente ela lançou seu primeiro álbum de composições próprias, Alice In Wonderland é uma delas. Desenhando com uma textura harmônica agridoce uma síntese contemporânea de aventuras musicais do século XX. É profundamente inteligente a forma que a música te conduz para lugares e sensações novos. Vale a pena sacar o disco e o canal dela também, sempre tem alguma coisa top rolando.

    2020, piano

  • Protest the Hero - Palimpsest

    07/10/2020

    O disco desse ano da banda canadense Protest the Hero tem tudo: com letras inteligentes, é musicalmente energético e inovador. Mais importante que isso, é um álbum cativante e divertido de escutar do começo ao fim. Bandas de rock penaram muito para soar bem na última década com a chegada dos serviços de streaming (por mais de um motivo mas esse é outro post) Palimpsest acerta muito nesse sentido por não tentar soar como uma banda de 30 anos atrás.

    post hc, 2020

  • Lessa Gustavo - Prilimbrilimprilimbrilin

    06/10/2020

    Descobri agora esse EP curtinho de 8 minutos do Lessa Gustavo que saiu semana passada. Recomendo demais pra quem curte um som com arranjos e flow fora do comum com aquele charme surrealista feito em casa.

    ep

  • AKBC - hari

    06/10/2020

    Produção subaquática futurista de alto nível do rapaz AKBC, falando de sentimentos bonitos e coisas assim. Dá um saque.

    single

  • Post de inauguração

    06/10/2020

    Aê!

    random